12 junho 2015

#MariFala: O Que Aprendi Com Meus Relacionamentos Passados

Quando perguntei para vocês que vídeo deveria fazer como um especial de dia dos namorados, recebi várias sugestões maravilhosas, algumas das quais com certeza colocarei em prática mesmo não sendo nessa ocasião. A idéia que se sobressaiu para mim dessa leva foi a de contar um pouco sobre o que aprendi com meus relacionamentos; achei diferente e mais interessante do que apenas um lookbook ou tutorial, e espero de coração que algum desses ensinamentos possa te poupar de algum tombo metafórico no futuro!

Comecei a ter relacionamentos românticos - no sentido de realmente estar com pessoas - lá nos meus 14 anos. Namorei pela primeira vez aos quase 14 e desde então tive meus amores, paixões, amigos coloridos e uma boa dose de dor de cotovelo. No entanto, independente de não estar mais com essas pessoas, a grande maioria (com apenas uma exceção, do tipo que nem vale a pena ser comentada a fundo) continuam sendo pessoas maravilhosas e que definitivamente somaram positivamente na minha vida. Aprendi muito com todos e sou agradecida pela chance de ter dividido momentos singulares com cada um.

Muita gente fala que quando um relacionamento acaba, não quer dizer que "não deu certo", e sim que deu certo por um tempo e que depois não deu mais. A maioria das vezes é assim, mas gostaria de fazer o adendo de que não é porque o status da relação não é mais de um namoro que se quer dizer que não há possibilidade de ter contato: no final do ano passado tive a benção de encontrar um amigo em um ex com quem não falava direito há anos, me provando que tempo pode curar completamente feridas causadas sem maldade, e há outras pessoas do meu passado romântico que continuam firmes e fortes como amigos verdadeiros na minha vida.

Dentre todos os que deixaram suas digitais na minha vida, se apenas há um que considero uma má pessoa de fato, acho que não há dúvidas para mim de que há mais bem do que mal no mundo e que ex não é sinônimo de inimigo; são amigos, professores, pedaços da sua vida extremamente importantes, mesmo que distantes. Aprender a não ter raiva do passado e tentar compreender a ação dos outros faz parte do nosso processo de evolução como ser e acredito que o exercício de pensar em algumas das lições mais valiosas que essas pessoas deixaram na minha vida foi maravilhoso para minha alma - e, espero, algo para somar na vida de vocês.



Esteja acompanhado ou não no dia de hoje, saiba que o amor sempre mantém a porta aberta se tivermos nossos corações e espíritos disponíveis para ele entrar. ♥ Que seu dia dos namorados seja imensamente feliz!

Vídeo:





Comente com o Facebook:

Um comentário

  1. Acho que o que mais aprendi foi a importância da auto estima e também da comunicação. Conversando podemos entender e resolver quase tudo.
    www.issoaquiloetal.wordpress.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 - marianasantarem.com.br - Todos os direitos reservados. LAYOUT E ILUSTRAÇÃO POR KÊNIA LOPES. PROGRAMAÇÃO POR SUGAR DANCE.