26 março 2014

A Sua Aparência Vs. Seu Estilo

Em uma "sequência" (por falta de termo melhor) curta do post que fiz na segunda-feira sobre o julgamento que a sociedade faz ao gostarmos de algo ou nos vestirmos de maneira considerada "fora da nossa faixa etária", hoje queria discorrer um pouco sobre o conceito de se vestir de maneira "inadequada para seu corpo". Para começar a discussão, sinto que preciso dizer algo que em uma boa sociedade nem deveria ter que ser reforçado porque seria um consenso natural, mas infelizmente ainda não é:

Não importa o seu tipo de corpo, se você tem um nariz pequeno ou olhos grandões, o número da balança, a quantidade de centímetros na sua cintura. Você é linda. Posso nunca ter olhado nos seus olhos, te abraçado, ter visto seu corpo, mas eu sei que você é linda. E gostaria muito, de todo meu coração, que você acreditassem em mim quando digo que poderia te abraçar mil vezes e te olhar mais duas mil e continuaria achando.














Auto-estima é um tema que certamente aparecerá em um texto aqui, cedo ou tarde, e é extenso demais para que eu possa prestar a devida atenção nele nesse post aqui. Mas acho necessário dizer que todo tipo de corpo tem sua beleza: se você tiver sua saúde em dia, não importa o formato fantástico que foi escolhido pela natureza para representar sua pessoa. Só que há muito mais pessoas do que aceitável nesse mundo achando que só porque uma garota é muito magra não deveria usar peças andróginas porque "você parece um menino sem curvas", ou que a menina com muito busto "não deveria usar esses vestidos fofos, tem que ser mulherão", ou talvez que a mulher com excesso de peso "só pode usar esse tal corte e em preto, porque todo o resto te engorda". Ainda temos alguns exemplos que eu particularmente ouço sempre, como "você é tão bonita, por que se veste de maneira tão menininha?", "se você fosse mais sexy, seria mais bonita - você tem rosto para isso" e blá, blá, blá.

Agora vamos levantar os braços quem já ouviu alguma crítica que seguia na direção de que seu biotipo não combina com certo estilo/que "você é tão bonita, por que usa esse tipo de roupa que te faz parecer x/y/z?". 









Okay, agora todo mundo pegando um pedaço de pizza para continuarmos o papo. 

Como espero já ter deixado claro, sou de uma opinião muito firme de que idade não deve ser interferência para que você siga com seus gostos e hobbies "fora do padrão esperado". Nesse momento espero, então, afirmar que independente do seu tipo de corpo, você pode ter o estilo que bem entender. Como? Apenas prestando atenção em corte de peças e adaptações. 

Há várias maneiras de se vestir dentro de determinado estilo, inclusive o seu estilo próprio que surge através dos tempos. Caso você se preocupe em valorizar de alguma maneira em especial seus atributos corporais, basta prestar atenção no corte das peças, na textura das roupas. Curte um estilo anos 50,  mas vestido fofinho de saia armada não cai tão bem em você, talvez porque seu quadril não é sua parte predileta do corpo? Sem problemas: um vestido com saia em A será mais suave nessa região e te dará o mesmo efeito. Não curte muito suas pernas super finas e elas te dão vergonha de usar meias diferentes (recebi muito² esse comentário no meu vídeo sobre como combinar meias e meias-calças)? Basta escolher as meias mais claras, que darão uma ilusão de "aumentar" o volume.

De modo algum esse post é para ser um guia de adaptações: minha proposta é mais um convite para que você perceba que elas existem, são variadas, e sempre estão ali. Você deve usar sempre o que te faz sentir-se bonita, e se isso não faz o gosto estético de alguém, que seja - eu mesma não gosto de tudo que vejo por ai. Mas é o direito de cada um usar o que bem entende; só que se você prestar atenção no que cai bem no seu corpo, talvez nos tons que ficam melhores na sua pele, pode ser muito bem sucedida no jogo de dar um olê em todos os que criticam alguma parte do seu estilo. Só tenha em mente que não há regras fixas do que você deve usar: apenas o que te faz sentir melhor. Costumo dizer que vários me acham esquisita e estranha com algumas roupas, mas costumo ouvir muito mais que "É bonito, só é estranho" do que "É feio". Pode não ser sempre esse o caso, mas acontece. 

E, quando acontece, se eu estou me sentindo bem e entendo a mensagem que quis passar, tudo bem. Ninguém é obrigado a gostar das minhas roupas. Mas entendo que essa atitude de ligar o botão do "Olha para o céu. Ele é o tamanho do 'dane-se' que estou para sua opinião." é difícil de conseguir; e que é um tema para outro post.

Novamente me baseando em experiências particulares, já ouvi muito dizer que nossa aparência - seja de menininha/mulherão/andrógina/o que mais houver de variações possíveis! - é "desperdiçada" em certo estilo. Ou li, com dor no coração, que alguma de vocês se achava "mulherão demais" para usar algo que tem vontade de usar. Ou menininha demais para usar algo mulherão. 

Nesse ponto, quero que imaginem minhas mãos em seus ombros. E meus olhos olhando fixamente nos seus (sou meio estrábica com o direito, se isso te ajuda a criar uma experiência mais viva). Ouça minha voz: esse papo de que você não combina com um estilo é uma besteira. B-e-s-t-e-i-r-a. Algo mais boboca do que colocar um fósforo aceso dentro do próprio nariz. É muito irreal e ignorante achar que os traços ou o corpo de alguém deveriam ditar o que essa pessoa gosta e se inspira esteticamente. 











"Nós devíamos vestir o que achamos que parece legal."

Se você se identifica com determinada estética, vá atrás dela e a agarre. Faça modificações para valorizar seu corpo, se for o caso. Mas não deixe que as pessoas determinem o que deveria ser o seu estilo, porque isso é uma armadilha na qual eu já caí e digo que não tem nada de divertido: pelo contrário, ela é um buraco bem fundo onde você começa a enterrar sua individualidade em prol da preferência alheia de como você deveria ser. Não deixe que as pessoas controlem a direção na qual você deve seguir quando dentro do seu coração você sente que aquilo não te representa.

Se há uma pessoa no mundo à qual você deve extrema lealdade, é aquela que te olha nos olhos no espelho. E não estou falando da que se veste só de preto porque o namorado detesta rosa (essa já fui eu), ou a que tem medo de usar aquela saia linda de babado porque que não é sexy para o gosto de alguém, ou aquela calça unissex porque não agradaria as pessoas que ela quer atrair. A pessoa que te encara no espelho é aquela que te vê no seu momento mais vulnerável, aquela para a qual você não faz um teatro e nem um show  para esconder do que realmente gosta e o que realmente quer. As vezes sufocamos tanto esse ser, essa nossa alma, que parece que ela morreu. Mas ela não morre: só se esconde em frustração e dor por não poder viver em liberdade.

Então, hoje, encare o espelho e olhe para você mesma. Saiba que seu corpo é lindo e que ele sustenta qualquer estilo, contanto que você conheça e faça experimentações com o que lhe cairá bem. Entenda que sua personalidade é mais importante do que qualquer atributo físico na hora de decidir qual estilo deve seguir, e que são os seus gostos estéticos pessoais que devem contar na hora de escolher uma roupa. Mesmo que haja comprometimentos para ocasiões de trabalho/sociais (mais um post...? uahaha), faça isso por si mesma.

E, quando olhar para a pessoa especial que é no espelho, veja o orgulho que esse ser sente de você. Porque ele é você.

Só por você estar aqui, eu sinto orgulho de ter uma leitora que se preocupa em ser ela mesma. E eu sei que "você mesma" é um ser mais do que especial. Boa sorte. Confie em si mesma. 



Comente com o Facebook:

13 comentários

  1. Mari sempre dizendo, da melhor maneira possível, o que precisamos ouvir <3

    ResponderExcluir
  2. Lindo! é difícil acreditar como algumas pessoas,ou grupos sociais não conseguem abrir suas mentes!

    ResponderExcluir
  3. Lindo demais!!! Eu passo por isso e também passo por isso quando digo para as pessoas meu gosto musical... Tenho cara de menininha, jeito meigo, mas curto um bom rock n'roll. E todos me olham assim o.O ... Aff né ¬¬
    Não poderia achar palavras melhores... Adoro seu blog, seus videos e tudo mais que você faz... hehe
    Parabéns!!!! Continue assim, linda, carinhosa, autentica e escrevendo/gravando pra gente!
    Obrigada pelas palavras!

    ResponderExcluir
  4. Por assim dizer, você está certa. =) Hehe...

    ResponderExcluir
  5. Muitas vezes você escreve o que eu preciso ler :)
    Estou muito animada com essa nova fase do blog <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post! Quantas vezes já ouvi uns 'Você com esse jeito de mulherão usando roupas do mickey?' num tom de voz irritante de desgosto...a vontade é de matar! Haha
    Mas nunca deixei nem deixarei que isso mude meu jeito... me amo como sou!
    Beijos,
    a-meninadajanela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. personalidade, uma roupa que sempre cai bem! ;)
    adorei...

    ResponderExcluir
  8. Mari to adorando os posts aqui do blog incrível, você diz tudo oque queremos e precisamos ouvir se todo mundo pensasse igual a você o mundo seria bem melhor desde que conheci seu canal, seu blog parece que me libertei deixei de me preocupar com oque as pessoas pensam sobre mim, sempre tem aqueles que insistem na mesma coisa tipo CREDO VOCÊ SÓ TEM ROUPA COR DE ROSA, CREDO QUANTO BABADO, CREDO QUANTA CAMISETINHA DO MICKEY.... E por ai vai já não ligo mais aliás nunca me importei mas agente vai ficando velha e fica pensando será que eu ainda posso mas o post anterior que eu li seu me libertou viva o rosa viva roupas fofas e viva a Mari bbeijos fofa

    ResponderExcluir
  9. Gente, que texto mais lindo! Achei esse texto tão sensível que cheguei chorando no final. Amei Mari, de verdade. Escutar esse tipo de coisa de gente que não se interessa por coisas """"diferentes""""" não é o mesmo que ouvir de uma pessoa que vive essa realidade (seja de lolita, de gyaru, de n estilos ou gostos) e sabe do que está falando. Suas postagens no blog assim como seus vídeos são realmente inspiradores e estão me ajudando imensamente a me aceitar e me amar melhor. Muito obrigada pelas palavras lindas! ♥

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto Mari! Parabéns <3

    ResponderExcluir
  11. adorei seu texto! sempre pensei desse modo...
    devemos ser e vestir como achamos bonito, como queremos..

    LINDO SEU BLOG *o*

    Blog Call me Lari

    ResponderExcluir
  12. Mari, amei as esplanações que você apresentou de forma muito sabida nesse post.
    As vezes é bem difícil lidar com a opinião alheia, sem mandar um grande " pedi sua opinião" ou " não lembro de ter reservado o direito de opinar nas minhas escolhas" , mas enfim, gostaria de lhe agradecer,o seu post foi realmente muito enriquecedor!!! Bjus

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 - marianasantarem.com.br - Todos os direitos reservados. LAYOUT E ILUSTRAÇÃO POR KÊNIA LOPES. PROGRAMAÇÃO POR SUGAR DANCE.