18 junho 2012

Tabuleiro

Sempre adorei começar a minha missão no WAR conquistando primeiro a Europa. Em parte por ter algum anseio napoleônico dentro da alma, embora o grande motivo sempre foi saber que era a melhor maneira de depois me lançar sobre as Américas, Ásia e pegar a Oceania por diversão no processo. Estratégia, segredos, e o lançar dos dados. Algumas pessoas tratam relacionamentos como se fosse um jogo de tabuleiro - seja invadindo seu raciocínio mais rápido do que se fosse pelo cabo de Vladivostok, seja sempre dando o tempo de terror entre os ataques e jogadas. E, se bobear, arrasam e te levam Madagascar no processo.

O que aconteceu com o tempo onde as coisas pareciam ser mais simples? Quando não haviam regras de espera e do que seria esperado. Constantemente me dividido entre a emoção de uma corrida e a angústia de uma vingança que não busco. Aumento o número de exércitos, remanejo-os, posso até mandar um avião. Mas, independente da diversão, uma parte grande de mim gostaria apenas de parar o jogo e deixar os dados intocados, todos eles com o seis voltado para cima. Não irá acontecer, ao menos não agora.

Chega um tempo em que o tabuleiro se torna seu quarto; pessoas antigas saem das caixas, enquanto outras mais recentes entram. O riso trocado em uma mesa de bar ou o jogo de palavras em idiomas estranhos se misturam nas lembranças de outros: com as discussões em praças, uma camiseta branca, um tênis all star preto, um ingresso que nunca foi usado, um olho verde e outro azul no mesmo rosto. Cada um com seu jogo, suas regras, seus peões, suas lutas. 

Mesmo arrancando peças alheias e perdendo pedaços próprios no caminho, ainda consigo assistir no horizonte uma conquista nova. Europa, Ásia, e um grande país ao sul de uma América. E eu ataco com cinco exércitos pelo cabo de Vladivostock. 


Comente com o Facebook:

11 comentários

  1. Amei, Mari. Fico feliz em sentir que suas palavras produzem efeito sobre mim...
    Me sinto menos alienígena.
    Amo vc.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Nossa Mari, adorei o texto!
    Me deu uma super vontade de jogar WAR!
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  3. Sabe, pensando na analogia feita, estou terrivelmente cansada de jogar no que diz respeito a relacionamento. Seria muito mais fácil e prazeroso, nós gostamos um do outro e queremos ficar juntos.

    ResponderExcluir
  4. Um texto totalmente ambíguo, porem totalmente compreensível.
    Adorei. bgs <3

    ResponderExcluir
  5. Espero que dê tudo certo nessa partida :)

    ResponderExcluir
  6. É, em relacionamentos, ganhar a partida nem sempre significa que você venceu... Nesses casos, talvez um empate faça com que as coisas fiquem bem, onde cada um cede um pouco de si...

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mari!

    Te acompanho desde 2010 no Youtube, e agora aqui no blog. Você é uma querida, e pode nem saber, mas me inspira MUITO e já me ajudou em momentos ruins com seus vídeos lindos ^^

    Passei pra dizer que estou engatinhando nesse mundo da blogosfera. Você que me inspirou! Só queria que você soubesse que te visito sempre e que você é o máximo! Um beijão ^^

    http://spacetales.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Adoro os seus textos, e esta é mais uma perfeita reflexão!

    ResponderExcluir
  9. Mariana, tentei postar uma vez mas acho que não consegui, desculpe se estiver em duplicidade. Conheci seu canal no YouTube e fiquei admirado com a qualidade do conteúdo dos vídeos e principalmente com a sua pessoa. A sua maturidade, cultura e desenvoltura ao se expressar são surpreendentes e evidentes, assim como o seu ótimo português. Como estudante de jornalismo, você está no caminho certo e tem um grande futuro profissional. Espero que minha filha adolescente, daqui a uma década, seja uma jovem tão brilhante quanto você. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi! Adorei o seu blog! Vi um dos seus videos no youtube e adorei, achei voce muito simpática! Meu blog é pipocasdecaramelo.blogspot.com , se puder, da uma olhadinha? Eu usei um dos seus videos no meu post, espero que nao se importe. Mas se se importar pode avisar que eu mudo! Beijinhos!

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 - marianasantarem.com.br - Todos os direitos reservados. LAYOUT E ILUSTRAÇÃO POR KÊNIA LOPES. PROGRAMAÇÃO POR SUGAR DANCE.