29 julho 2014

Resenha: Linha Cereja & Avelã da Natura TodoDia

Existem algumas coisas pelas quais espero ansiosa quando o Inverno chega: usar boinas aquecendo as orelhas, ouvir Sonata Arctica e outras artistas que me passam um "clima de frio" e comer negresco enquanto reassisto meus animês prediletos. Nos últimos anos, pelo menos há três, um outro item entrou nessa listinha: a linha de Cereja & Avelã que a Natura TodoDia relança todos os anos.

Enquanto que nos demais invernos em que fui usuária dessa edição limitada eu mesma comprei os produtos, esse ano tive o prazer de recebe-los em casa um pouco antes do início da estação. Como todos os produtos da TodoDia foram reformulados e relançados em embalagens diferentes em Janeiro, fiquei ansiosa para saber que continuaria adorando essas belezuras... e é com prazer que digo que a linha de inverno só ficou melhor.












Meu item predileto é, sem dúvidas, o hidratante desodorante corporal (R$35,60 por 400ml). A consistência não é nem muito líquida e nem muito cremosa, mas tem uma firmeza boa de trabalhar e que é absorvido facilmente pela pele. Não forma um "firme" gorduroso, pelo contrário: a sensação que fica é de pele de bumbum de neném! Se você sofre com o clima seco e frio ressecando seu corpo, esse é o melhor hidratante que conheço para combater o problema. A embalagem é de plástico resistente e tem uma válvula pump de ótima qualidade, que dispersa o produto na quantidade ideal para não desperdiçar. Infelizmente ele não possui refil como os outros da linha por se tratar de uma edição limitada, mas isso não me impediu de encomendar com minha revendedora um extra para quando esse aqui acabar.

Em segundo lugar, só não empatando em primeiro porque não oferece benefícios de hidratação, é o spray perfumado (R$41,80). O meu do ano anterior acabou há pouco e finalmente abri o novo, que manteve-se fiel na fragrância e com uma fixação um pouco maior. É um aroma delicado, mas envolvente: a cereja dá um toque frutal, com uma dimensão pouco cítrica e não super doce (o descreveria mais próximo do sabor de cereja de verdade, e de modo algum é estilo "Halls de cereja"... é bem mais natural), que é embalado pela avelã, que confere uma base mais densa. Há certamente um toque de suavidade, quase que como "cremoso" na combinação. Embora docinho, não é um cheiro "overpower" e sempre recebo elogios quando o uso - que é basicamente 5 dias por semana nos dias frios, inclusive as vezes apenas para ficar em casa.











Os demais produtos da linha incluem hidratante creme de banho (R$29,40), sabonete líquido (R$21,90), sabonete em barras (R$15,80 por cinco unidades) e o creme para mãos e áreas ressecadas (R$23,90). Esse último foi outro que encomendei com minha consultora e que ainda não testei desde o ano passado, mas se posso dar um golpe de fé pelo restante da linha, seria nesse produto: ele salvou meus cotovelos e joelhos durante o inverno de 2013. Infelizmente eles retiraram da linha o creme específico para as mãos, que viveu na minha bolsa também no ano anterior.

O destaque para outro que testei foi o creme de banho que não hidrata tão bem quanto o desodorante corporal (acredito que o poder de hidratação comparado, em mim, ficou em torno dos 2/3 da versão para ser usada sobre a pele seca). Ótimo produto para os momentos apressados ou em que o frio não te permite imaginar-se ficando no banheiro geladinho passando hidratante. Uma confissão pessoal: uma das coisas que mais sinto falta da época em que fiz intercâmbio no Canadá é de que todas as casas tinham aquecedor e que poderia estar -60ºC lá fora, mas você ainda podia sair do seu banho e não morrer congelado.

Você consegue encontrar a linha com revendedoras da Natura e na loja online oficial da marca. Não sei a informação de até quando os produtos estarão disponíveis, mas tentarei buscar isso e retornar para vocês! Essa edição limitada ficará disponível até o Ciclo 13, que se encerra no dia 4/Setembro.

Os produtos na foto foram enviados pela assessoria da marca. O post não é um publieditorial. Todas as opiniões são minhas, sem intereferências de outras partes. 
26 julho 2014

O Desafio de Parecer Apresentável Quando Resfriada

Ficar resfriada ou resfriado é uma sensação passageira. Melhores tempos virão e você sabe que, como não estamos na Idade Média, tem muito mais chances de apenas odiar sua vida por quatro dias do que efetivamente perde-la para o vírus que resolveu se alojar no seu organismo. Você sabe disso, eu sei disso, sua avó/mãe/tia, por mais preocupada que seja, também sabe.

O que não te impede de ter certeza absoluta de que na realidade o que te espera é uma morte agonizante perante os efeitos estilo "atropelado por um caminhão" com que você foi presenteado.













No entanto, para o bem e para o mal, você sobreviverá e possivelmente fará isso tendo que sair do conforto dos seus cobertores e mostrando uma face de algum modo apresentável para o mundo. Sei muito bem que essa não é das tarefas mais simples, então espero de coração que esse vídeo e o post te ajudem a ter alguma motivação para crer que conseguirá superar a dor pela necessidade de largar seus cobertores (que, eu sei, são os únicos que te entendem e que não ligam para o fato de que você está assoando mais seu nariz do que julgou humanamente possível).

Tutorial de "Como Fingir Que Está Viva": 

 Dicas Para Quando Precisar Manter as Aparências Quando Doente...:


  • Use peças de algodão; além de ser mais macio, isolar o calor para você não sentir frio e ao mesmo tempo deixar seu corpo respirar para não morrer fervido, o bendito é mais leve e te fará sentir mais próximo do cenário de sonhos que são seus lençóis. 
  • Use cores. Nada de preto e cinza, por mais que combinem com seu humor de quem teve que sair da frente da tevê e parar sua maratona de Hannibal, okay? Preto e cinza irão fazer seu rosto parecer mais pálido no estado atual dele, então dê preferência para algo que doe um pouco de vida e cor saudável para sua tez. Não, o vermelho ao redor do seu nariz não conta - tirando se você acreditar que parecer o Rudolfo, a Rena do Nariz Vermelha, é válido fora do período natalino.
  • Se mantenha hidratada, por dentro e por fora. Beber muita água e usar um bom hidratante no corpo e no rosto são passos fundamentais. O primeiro te fará sentir melhor, o segundo irá manter sua pele melhor. 
  • Olhos inchados? Faça compressas geladinhas com chá de camomila ou mantenha seu creme para a região dos olhos na geladeira para que ele ofereça uma sensação mais refrescante e te ajude um pouco mais nessa hora.
  • Reduza o avermelhado dos olhos com colírios de lágrimas artificiais. Não apenas isso também entra na questão de "manter hidratação" como evita que essa região sensível fique ainda pior com as irritações comuns que um resfriado causa. 

Na parte da maquiagem, como coberto pelo tutorial, os pontos que você pode prestar uma atenção extra são:


  • Pós e bases muito opacos podem te fazer parecer mais cansada. Prefira os acabamentos naturais.
  • Não carregue no look: olhos esfumadões, batom vermelho opaco super divo... ótimos para várias ocasiões, mas não para essa. Almeje por um rosto de saúde e, se tiver uma marca registrada no seu look (meu caso com o delineador, por exemplo), trabalhe para adapta-la para a situação. Aqui no exemplo eu troquei o preto, que seria muito pesado, por um azul. 











Produtos Usados No Tutorial:



Se você estiver passando por esse período mais chato de saúde, espero que as dicas sejam úteis e que em pouquíssimo tempo você já não precise mais coloca-las tão em prática: muita saúde, chás quentinhos e desenhos da DreamWorks e Pixar para tu nessa fase. E, lembrem-se: não importa que você não anotou a placa do caminhão da gripe nesse momento porque, nas palavras do sábio engraçadíssimo Sid: 


"Meu" Básico Nem Sempre É Seu Básico: O Que Faz Uma Peça de Roupa Ser Fundamental?

Não, esse post não começa com piadinhas envolvendo propagandas de "o que é básico para você?". Ele na verdade é uma coletânea de pensamentos e uma discussão que venho tendo comigo mesmo há algum tempo; logo, é mais próximo da organização do monólogo mental que já tive algumas vezes e o resumo do que procuro passar para amigas quando tento ajuda-las a reformular seus armários. A idéia geral é de que todo armário precisa de fundamentos, peças "básicas" que tornam mais fácil se vestir - peças que também precisam funcionar como condutoras quando necessário para a mensagem de um outfit nada básico, mas que ao mesmo tempo possam ser seu salva vidas quando você estiver no limbo da indecisão do que usar naquele dia.














"Eu tenho absolutamente nada para usar". Lizzie McGuire define sua manhã as vezes? 

Só que, antes de decidirmos o que é de fato básico para você, precisamos bater em duas teclas importantes que a maioria das listinhas de "peças que toda mulher deveria ter para seu armário" esquece:

  • Suas peças básicas são definidas pelo seu estilo de se vestir e pelo seu estilo de vida. Elas podem ser extremamente diferentes de uma pessoa para outra: um jeans para você pode ser a base para 100 outfits, mas para mim eu só uso jeans duas vezes por ano (isso se tiver chovido e minhas meias calças e calças coloridas estiverem lavando porque, se não, nem isso). 
  • Você deve ser tão apaixonada pelas suas peças básicas quanto pela peça mais extravagante do seu armário. Sim, aquele vestido maravilhoso que você usou uma vez na formatura do seu primo te fez sentir um misto de princesa Disney encontra Megan Fox, mas você deve encontrar uma cardigã que te vista tão bem e te faça sentir tão confortável quanto qualquer Princesa pós-armário-feliz-para-sempre merece. Acredito firmemente que a peça mais simples pode te fazer tão feliz ou mais que uma "para ocasiões especiais" e que você não deve aceitar menos do que isso: se é algo que usará tanto e tanto, que seja algo que te faça sentir especial todos os dias! Pois todos os dias são especiais e, quando você usa roupas que te fazem sentir assim, isso te deixa mais confiante para encara-los. 












Quais São as Peças Básicas de Um Armário? 


Que existem peças chaves, existem. Elas não precisam necessariamente serem lisas - texturas e detalhes interessantes são sempre bem vindos - mas pessoalmente acredito que uma cor única em uma peça fundamental torna-a mais "chave mestra" pelo simples fato de que torna combinações de cores mais simples quando você não quer ou não se sente confortável em brincar com a roda de cores.

Todas as mulheres do mundo se beneficiam de um armário que contenha:

  • Vestido de cor única
  • Camisetas neutras - uma clara e uma escura
  • Camisa/Blusa neutra
  • Saia neutra e/ou calça neutra
  • Cardigã
  • Casaco (se aplicável para a região onde você vive)
  • Sapatilhas
  • Sapatos de salto de tom neutro
  • Sapatos extra especiais
  • Bolsa para o dia-a-dia

Lista super curta, não? Mas percebam algumas coisas nela: em nenhuma momento defini que neutro é preto ou branco e não há uma definição especifica de silhueta. Por que? Porque eu, por exemplo, fico melhor usando tons de marfim do que de branco puro. E não gosto tanto de preto. E tem gente que prefere branco puro e o cinza escuro, ou outros que gostam de creme e azul marinho. Os seus neutros são definidos pelos tons que ficam melhor na sua pele e pela sua afinidade com eles. Listinha básica de Neutros Escuros Vs. Claros:

Neutros claros: Branco, off white, marfim, creme.

Neutros escuros: Preto, Grafite, Cinza, Azul Marinho, Marrom, Caramelo. 

Se você curte um estilo mais boêmio ou hippie chic, por exemplo, dificilmente preto se encaixaria no seu armário e acho complicado ver uma situação onde a "calça jeans skinny preta" se encaixaria no que você de fato usa. Seria infinitamente mais conveniente, no caso, optar talvez por uma calça de linho marrom, em um tom de terra que conversará bem com todas aquelas suas blusas estampas e bordadas e com seus queridos florais. Por outro lado, se você é uma super rockeira que coleciona mais sapatos pretos do que pode contar no seu armário, porque fazer do seu par de sapatos especiais também preto? Eles são os que irão dar uma vida diferente para o seu vestidinho também preto quando você quiser usa-lo de noite. Porque não, então, escolher um par que seja estampado e único? 

E por ai vai: se você tem um estilo mais romântico, talvez ache que sua saia neutra seja um tom de rosado antigo que irá desde suas camisas do escritório até aquela sua blusa de babados que gosta de usar para jantar com as amigas. E se as peças que você já tem mais no armário combinam melhor com um cardigã branco, por que diabos você investiria num preto? É necessário olhar para suas inspirações, o que você já usa, para poder definir a neutralidade de algo para você. Lembre-se: o propósito de uma peça fundamental é que ela combine com facilidade com o resto do seu armário, e não que ela destoe como um dedo roxo. Trabalhe com o que você já gosta do seu estilo para definir o que não pode faltar dentro dele

Ainda farei um vídeo especial, até o final de Agosto, mostrando as possíveis combinações - são infinitas, quase! - que podem ser criadas à partir dessa mini listinha.







Para mim isso pode ser um guarda roupa básico... quem sabe? Mas para você pode ser um pesadelo! Uma pessoa não é igual à outra, nosso estilo não deveria ser igual e por isso nossos básicos também não o são


Adaptação é a Chave:


Logo, já definimos que cores fundamentais em um armário nem sempre serão tão usáveis em outra. O próximo passo é conhecer seu corpo e saber o que funciona nele e como essa silhueta se encaixará no seu estilo. Ou seja: saber que qualquer estilo é adaptável para seu tipo de corpo, você só tem que ter cuidado com os cortes que uso e saber os pontos que gosta de valorizar em si

Se você curte uma onda mais pinup e sente que saias super rodadas não te valorizam por você ser muito auto consciente de uma barriguinha mais saliente, por exemplo, pode encontrar uma opção maravilhosa numa saia lápis. Já se você curte uma onda básica e sente que uma saia mais reta não faz nada pela sua silhueta mais retinha, talvez ache que a evasê é a peça dos seus sonhos para diversos estilos. O mesmo vale para tudo: o decote da camiseta que mais valoriza seu colo, o comprimento do cardigã. Embora eu nunca tenha escrito aqui sobre cortes que valorizam cada biotipo, essa é uma informação fácil de encontrar no Sr. Google e que pode te render dicas valiosas na hora de não se frustrar no provador. Tenha certeza: seu corpo é lindo e você não precisa muda-lo para poder usar as roupas do estilo que gosta. Só tem que saber adaptar: adaptar seu estilo ao ambiente e adaptar as peças ao seu corpo, não seu corpo as peças. 














Mas O Que É Fundamental, No Final Das Contas?


Para uma peça ser considerada fundamental e básica no seu armário, seguiria por algumas máximas:

  1. Tem que conversar com pelo menos 70% das peças com que poderia ir. Ou seja: uma camiseta básica terá uma cor e silhueta que pode ser combinada com aproximadamente 2/3 das saias e calças que você tem. Tudo bem não ir com tudo, mas tem que ir com quase tudo! 
  2. Fala algo sobre seu estilo. Minha blusa básica é uma marfim de renda que uso muito: ela tem o decote arredondado e é bem romântica e delicada. As vezes uso-a com calças, outras com saias. Toda vez que estou com ela, sinto que ela faz uma declaração sobre o que eu considero belo... E eu a uso muito. 
  3. É confortável. Porque se você usará a bendita quatro vezes por semana, é vital que se sinta "em casa" no tecido. 
  4. Valoriza seu corpo. Porque, como já disse, silhueta é tudo nessa vida e ela faz ou quebra um visual. Empenhe mais tempo procurando aquela peça chave que te serve perfeitamente, ao invés de se contentar com aquela bem mais ou menos que não te deixará tão feliz.
  5. Tem qualidade. Porque é importante investir numa peça fundamental? Porque você a usará muito, e no final das contas vale mais os R$50 reais na blusa que durará pelos próximos cinco anos do que os R$15 que você gasta em uma blusa que daqui há um ano só prestará para ficar em casa.
Lembre-se: use roupas que te façam feliz. Adapte você mesma para as situações, mas não se perca nelas. E se você acha que rosa vai com tudo ou que caveiras são o novo listrado, se jogue com consciência e torne isso sua marca: se for fiel à si mesma e cair bem, não tem porque dar errado. :)






14 julho 2014

Vídeo: Se Arrume Comigo Para Um Café! [+ estou viva!]

Uma das missões do meu 24º ano de vida: manter vocês mais atualizados no blog! Peguei demais durante o mês de Julho durante a loucura da maratona que teve no canal durante os dias anteriores ao meu aniversário, mas cá estamos nós recomeçando. Hoje o post é meramente um acompanhamento ao vídeo do dia; um Get Ready With Me, que é um tipo de vídeo que vocês amam assistir (e eu também! Adoro quando youtubers fazem esse follow up de suas produções) e que adoro gravar.

A ocasião foi no dia 9, como postei no Instagram. Uma amiga estava fazendo aniversário e chamou para um café-celebração. O dia estava começando a dar pitadas reais de inverno, então o look é uma mistura de conforto e quentinho... Soma-se à isso o fato de que acordei com vontade de utilizar uma blusa da marca japonesa Angelic Pretty que tem uma estampa com ursinhos e acabei me dando um tema improvisado de ursos e docinhos. 












Quanto ao make: o frio me inspira a fazer meus olhos um pouco mais esfumados e marcados, e é muito isso que venho criando quando saio de casa nessas últimas semanas. Apesar de manter a casualidade com os tons neutros, a sensação que ganho é de "aconchego" com esse tipo de maquiagem... Não é um smokey eye de festa e nem muito elaborado, e sim mais tons bem mesclados para dar uma sensação de "pouco esforço" com algum impacto. 


















Sei que preciso com urgência voltar a tirar fotos decentes não-selfiadas dos meus outfits para vocês. Prometo que esse mês volto com isso! 

Vídeo:




Produtos Utilizados:


Pinceis:


Olhos:

  • Primer Potion em Original - Urban Decay
  • Paleta de 28 Tons Neutros - Pink Gloss
  • Pigmento na cor Naked - MAC
  • Pigmento na cor Chocolate Brown - MAC
  • Trio de Sombras Multi Efeito na cor 01 - Natura Una
  • Delineador líquido em Preto - Vult
  • Lápis para olhos Powerpoint Eye Pencil na cor Permaplum - MAC
  • Lápis para olhos na cor Begete - [quem disse, berenice?]
  • Máscara para cílios They're Real - Benefit Cosmetics

Rosto: 

  • Base Colorstay Combo/Oily Skin na cor 150 Buff - Revlon
  • Corretivo Touché Healthy Mix na cor Beige Clair - Bourjois
  • Corretivo Boi-ing na cor 01 - Benefit Cosmetics
  • Pó Super Matte Loose Powder na cor Translucend - Make Up For Ever
  • Blush na cor Pinch'o'Peach - MAC
  • Iluminador Girls Meets Pearl - Benefit Cosmetics

Lábios:

  • Lip Butter Colorstay na cor Raspberry Pie - Revlon

Cabelos:

  • Anti-Breakage Serum Shea Butter - Organix
  • Weightless Mousse Coconult Milk - Organix

Outfit:

  • Blusa: Angelic Pretty
  • Jaqueta: M. Officer
  • Saia: Farm
  • Meias: Lupo
  • Botas: Side Walk
  • Chapéu: sem marca
  • Acessórios de marcas variadas

07 junho 2014

Minha Coleção de Perfumes + Maratona De Vídeos!

Depois de duas semanas corridas, onde tive que me forçar a não abrir a boca para contar meus projetos para vocês até ter certeza absoluta de que dariam certo, acaba de ir ao ar o primeiro vídeo do que estou chamando do meu "BDay Countdown". Tive que apelidar a bendita maratona em inglês porque todo nome em português era comprido demais, mas o resumo da ópera é que a partir de hoje (07/06) até o dia do meu aniversário (07/07), haverá um vídeo por dia no canal. Todo vídeo será liberado ao meio dia em ponto, então é fácil até saber quando checar sua caixa de inscrições!

Tomei o cuidado de já ter mais da metade dos vídeos pré gravados e editados, para poder já deixa-los upados no Youtube e apenas programar para que eles entrem no ar no dia correto (dá para ver um pedacinho da lista nessa foto com a qual "entreguei" a idéia para vocês no Insta). É muito importante para mim ter esse controle, já que não quero deixar ninguém com as mãos abanando em algum dia do mês - fazendo tudo antecipadamente, pude controlar melhor o conteúdo e, depois de um ritmo mais frenético, durante a parte mais "viva" da maratona (ou seja, os vídeos no ar), posso seguir de uma maneira mais natural.

Espero de coração que gostem dos vídeos e que, se possível, talvez case com as férias de algumas ou que sirva para aliviar o stress pré-férias de outras! ♥ O primeiro vídeo da maratona não poderia ser outro que não minha coleção de perfumes, que estou devendo há algumas semanas:


Vídeo:



Ainda tenho uns 10 vídeos para gravar para o BDay Countdown então, se tiverem pedidos ou sugestões, aproveitem para deixa-los aqui nesse post ou no próprio vídeo no Youtube! ;D 

A foto mostra alguns frascos que não estão no vídeo porque, na primeira vez que gravei, inclui alguns frascos vazios de perfumes. No entanto, na hora de regravar, preferi falar apenas sobre os "ativos" na minha coleção.

01 junho 2014

Gatilho

Pode ocorrer com qualquer tipo de memória que você guarde secretamente dentro dos confins normalmente ignorados do seu cérebro: a batida de carro que quase aconteceu, a frase que falaram na pior hora, o sorriso que deram naquele último adeus. O gatilho é puxado e, antes que se possa conter-lo, sua boca se comprimi, ou seus dedos se fecham, ou seus olhos tremem. As vezes a ativação de uma memória bloqueada é um processo extremamente doloroso, especialmente para quem já viveu algo cujo maior pesadelo é ser revivido. Outro punhado de ocasiões, no entanto, é o sabor agridoce sem tanto trauma que preenche sua mente com as lembranças que costuma esconder de si mesmo.

O primeiro gatilho foi puxado durante o almoço. Não há nenhuma vez em que consiga comer com hashis sem lembrar do momento em que primeiro aprendi a usa-los: as mãos que já há uma boa dose de anos eram minhas prediletas, me ensinando o movimento correto, a maneira de segurar, como manusear os instrumentos. Muitas vezes repassei as lições para outras pessoas - amigos, encontros, algo no meio - e jamais houve uma vez em que não lembrasse dos minutos em que se passaram a minha própria lição. Acho que nunca haverá. 

O segundo gatilho foi mais doloroso. Foi um sorriso na tela que percebi ser idêntico à um sorriso que por alguns meses me acompanhou nas sombras do que não podia ser dito em claro e bom som. Cada vez que ele aparecia, desejava que a cena envolvesse uma máscara: curioso, porque na vida real o que mais desejei, por alguns meses, foi que não existisse cobertura alguma. E lá estava eu, acompanhada de alguém mil vezes mais sincero e merecedor, contendo as ativações nada bem vidas de algo que não gostaria de lembrar. Engoli em seco e aguentei, pois essa não é uma bala que pode me ferir mais.

A memória e o cérebro humano são tão fascinantes, loucos e propensos a surpresas. Nos torturam com memórias felizes que ganharam contexto muito menos contente com o passar do tempo, e nos desafiam a tentar entender o que se passa em uma relação humana com base em todas as relações e sentimentos do passado. Acho difícil, ao menos para mim, encontrar o meio termo entre as lembranças indesejadas e a maturidade de encara-las. É mais difícil com as memórias que enchem o coração de uma sensação quente, já que as amargas podem ser mais facilmente enterradas sob o peso do presente. 

Não me sinto indecisa, pois sei exatamente o que fazer. Mas, enquanto puxo um outro tipo de gatilho em direção ao alvo no qual escolhi mirar, uma memória é ativada e sofre pela boa sensação que não quer abrir mão. Ela é muito mais forte do que as agridoces: pungente, imbecil, esperançosa. E essa é a única para qual aponto o cano de uma arma quase verdadeira e decido mata-la mais uma vez; sabendo que aparecerá novamente. Sempre apareceu. Mas, quem sabe, um dia não mais irá - só não sei prever quão grande será a falta que me fará. 
Copyright © 2014 - marianasantarem.com.br - Todos os direitos reservados. LAYOUT E ILUSTRAÇÃO POR KÊNIA LOPES. PROGRAMAÇÃO POR SUGAR DANCE.